top of page

Jargões de Marketing e Vendas: O Guia Completo para Gestores.

Atualizado: 2 de fev.

Se você é um empresário ou um gerente de vendas, provavelmente já se deparou com algumas palavras ou expressões que parecem estranhas ou incomuns. São os chamados jargões, usados pelos profissionais de marketing e vendas para facilitar a comunicação entre eles, mas que podem gerar confusão ou dúvidas para quem não está familiarizado.


Neste artigo, vamos te apresentar alguns dos principais termos que você precisa conhecer para entender e se comunicar melhor com o seu mercado, seus clientes, fornecedores e sua equipe.


Preparado? Então, vamos lá!


Os jargões de marketing e vendas mais utilizados

O que são jargões?


Jargões ou termos são palavras ou expressões técnicas usadas por um grupo profissional específico, geralmente relacionadas ao seu campo de atuação ou conhecimento. Por exemplo, "alavancar" significa usar um recurso ou vantagem para obter melhores resultados ou benefícios.


Os jargões podem ser úteis para simplificar ou agilizar a comunicação entre as pessoas que compartilham o mesmo contexto ou interesse, mas também podem ser prejudiciais se usados de forma excessiva ou inadequada, pois podem gerar ambiguidade, incompreensão ou desconfiança.


Por isso, é importante saber quando e como usar esses termos, levando em conta o seu objetivo, o seu público e o seu canal de comunicação. Em geral, recomenda-se evitar o uso de jargões em situações formais, com pessoas desconhecidas ou com diferentes níveis de conhecimento sobre o assunto.


Quais são os principais jargões/termos mais utilizados no marketing e em vendas?


Existem muitos jargões usados no marketing e nas vendas, mas vamos destacar alguns dos mais comuns e importantes que você deve conhecer e aplicar no seu negócio:


Alavancar: usar um recurso ou vantagem para obter melhores resultados ou benefícios. Por exemplo, você pode alavancar o seu conhecimento sobre o seu mercado para criar estratégias mais eficientes.


Backlink: link que aponta para o seu site a partir de outro site. Os backlinks são importantes para o SEO (Search EngineOptimization), pois indicam a relevância e a autoridade do seu conteúdo para os mecanismos de busca. Quanto mais backlinks de qualidade você tiver, maior será a chance do seu site aparecer nas primeiras posições dos resultados de pesquisa.


Branding: conjunto de estratégias e ações que visam criar e fortalecer a identidade, a imagem e a reputação de uma marca no mercado. O branding envolve aspectos como o nome, o logo, as cores, o slogan, o tom de voz, os valores, a missão e a visão da marca, bem como a forma como ela se relaciona com os seus públicos de interesse.


Benchmarking: comparar o desempenho do seu negócio, produto ou serviço com os melhores do mercado ou do setor. Por exemplo, você pode fazer um benchmarking para identificar as melhores práticas e os pontos de melhoria do seu negócio.


Briefing: documento que resume as informações e os objetivos de uma campanha, projeto ou ação de marketing ou vendas. Por exemplo, você pode fazer um briefing para orientar a sua equipe sobre como abordar os clientes potenciais.


Blog: site que publica conteúdos informativos, educativos ou entretenimento sobre um determinado tema ou nicho. Os blogs são uma ferramenta de marketing de conteúdo, pois permitem atrair, engajar e converter visitantes em leads e clientes. Além disso, os blogs também podem melhorar o SEO do seu site, gerar autoridade e credibilidade para a sua marca e estabelecer um canal de comunicação com o seu público. Por exemplo, você está lendo este conteúdo dentro do blog da Uzion.co.


Call to action: chamada para a ação, geralmente usada em anúncios, e-mails ou landing pages para incentivar o público a tomar uma decisão ou realizar uma ação desejada. Por exemplo, você pode usar um call to action para convidar os seus clientes a comprar o seu produto ou serviço.


CAC: sigla para Customer Acquisition Cost ou Custo de Aquisição do Cliente. Esta é uma das métricas mais utilizadas no marketing e nas vendas, pois analisa o valor investido pela sua empresa para adquirir cada cliente. Quanto menor for o CAC, maior será a lucratividade do seu negócio.


Case: estudo de caso, relato de uma situação real que mostra como o seu negócio, produto ou serviço resolveu um problema ou atingiu um objetivo. Por exemplo, você pode usar um case para demonstrar o valor e os benefícios do seu produto ou serviço para os seus clientes.


CRM: Customer Relationship Management, sistema de gestão de relacionamento com os clientes, que permite armazenar, organizar e analisar dados sobre as interações e o histórico de compras dos consumidores. Por exemplo, você pode usar um CRM para segmentar os seus clientes, personalizar as suas ofertas e fidelizar os seus consumidores.


Cross-selling: técnica de vendas que consiste em oferecer produtos ou serviços complementares ao que o cliente já comprou ou está comprando. Por exemplo, você pode usar o cross-selling para aumentar o valor médio das suas vendas e satisfazer as necessidades dos seus clientes.


Conversão: ação que um visitante realiza em seu site ou em sua página de destino que indica interesse em seu produto ou serviço. Por exemplo: preencher um formulário, baixar um material rico, solicitar um orçamento, fazer uma compra etc. Quanto maior for a taxa de conversão, melhor será o desempenho do seu site ou da sua página.


Assessoria de marketing e vendas Uzion.co

CMO: sigla para Chief Marketing Officer ou Diretor de Marketing. É o profissional responsável por planejar, executar e monitorar as estratégias de marketing da empresa, bem como liderar e gerenciar a equipe de marketing. O CMO deve ter uma visão ampla do mercado, dos clientes, dos concorrentes e dos objetivos da empresa, além de estar atualizado com as tendências e as novidades do setor.


Churn Rate: taxa que mede a perda de clientes de uma empresa em um determinado período. Quanto maior for o Churn Rate, maior será o impacto negativo na receita e no crescimento da empresa. Por isso, é importante adotar estratégias de retenção e fidelização dos clientes.


Engajamento: grau de envolvimento e interação que o seu público tem com a sua marca, o seu conteúdo ou as suas campanhas. O engajamento pode ser medido por indicadores como curtidas, comentários, compartilhamentos, cliques, visualizações etc. O engajamento é importante para criar um relacionamento duradouro com os seus potenciais clientes e fidelizar os seus clientes atuais.


Feedback: retorno, avaliação ou opinião sobre o desempenho de uma pessoa, equipe, produto ou serviço. Por exemplo, você pode dar e receber feedback para melhorar o seu trabalho, o seu produto ou o seu serviço.


Follow-up: acompanhamento, monitoramento ou verificação do andamento ou da conclusão de uma tarefa, projeto ou negociação. Por exemplo, você pode fazer um follow-up para verificar se o seu cliente recebeu o seu produto ou serviço, se está satisfeito e se precisa de mais alguma coisa.


Funil de vendas: representação das etapas que um cliente percorre desde o primeiro contato com o seu negócio até a compra efetiva. As principais fases são: descoberta, reconhecimento do problema, busca da solução, análise e compra. Por exemplo, você pode usar o funil de vendas para planejar e executar as suas ações de marketing e vendas de acordo com cada etapa do processo de compra do seu cliente.


Gatilho mental: estímulo psicológico que influencia o comportamento ou a decisão do consumidor, baseado em emoções, desejos ou necessidades. Por exemplo, você pode usar gatilhos mentais como escassez, urgência, autoridade ou prova social para persuadir os seus clientes a comprar o seu produto ou serviço.


Growtch hacking: conjunto de técnicas e estratégias que visam acelerar o crescimento de uma empresa ou de um produto utilizando recursos limitados e criativos. O growtch combina elementos do marketing, das vendas, da tecnologia e da análise de dados para testar hipóteses, validar ideias e escalar resultados. É aqui que a assessoria da Uzion.co pode ajudar sua empresa a alavancar resultados.


Inbound marketing: estratégia de marketing que visa atrair e educar o público-alvo por meio de conteúdos relevantes e personalizados, gerando autoridade e confiança. Por exemplo, você pode usar o inbound marketing para criar um blog, um e-book, um webinar ou um podcast sobre o seu negócio, produto ou serviço e atrair os seus clientes potenciais.


KPI: Key Performance Indicator, indicador-chave de desempenho, métrica usada para medir e avaliar os resultados de uma ação, campanha ou projeto de marketing ou vendas. Por exemplo, você pode usar KPIs como taxa de conversão, custo de aquisição de clientes, receita recorrente mensal ou satisfação do cliente para acompanhar e melhorar o seu desempenho.


Lead: potencial cliente que demonstrou interesse no seu produto ou serviço, geralmente fornecendo seus dados de contato em troca de algum conteúdo ou oferta. Por exemplo, você pode gerar leads por meio de uma landing page, um formulário online ou uma pesquisa de mercado.


Landing page: página criada com um objetivo específico: converter visitantes em leads ou clientes. As landing pages são usadas para capturar dados dos visitantes em troca de algum benefício, como um e-book, um webinar, um cupom de desconto etc. Quase todas as estratégias que desenvolvemos para nossos clientes aqui na Uzion.co utilizam landing pages.


LTV: sigla para Lifetime Value ou Valor do Tempo de Vida do Cliente. É uma das métricas mais importantes para um negócio, pois estima o valor que um cliente gera para a sua empresa durante todo o período em que ele se relaciona com a sua marca.


Quanto maior for o LTV, maior será o potencial de lucro da sua empresa, além disso, é útil para definir o orçamento das equipes de marketing e vendas, pois permite saber quanto se pode investir para atrair e reter mais clientes.


Por exemplo: se o seu cliente fecha um contrato de R$ 50 mil por ano e permanece na sua carteira de clientes por cinco anos, o LTV dele é de R$ 250 mil. Com base nesse valor, você pode estabelecer uma porcentagem (%) que será destinada às ações de marketing e vendas para esse perfil de cliente.

Nesse contexto, disponibilizar para sua equipe de marketing e vendas um orçamento de R$ 12,5 mil (5%) para cada cliente que fechar um contrato pode ser muito lucrativo.


Link building: estratégia de SEO que consiste em obter links de outros sites para o seu site. O objetivo é aumentar a autoridade e a relevância do seu site para os mecanismos de busca, melhorando o seu posicionamento nos resultados de pesquisa. O link building pode ser feito de diversas formas, como produzir conteúdo de qualidade, fazer parcerias com outros sites, participar de fóruns e redes sociais etc.


Você pode contar com nossa assessoria para implementar essa estratégia dentro da sua empresa. Clique aqui e solicite seu atendimento.


Assessoria de marketing e vendas Uzion.co

Mailing: lista de contatos de clientes ou prospects que podem ser usados para enviar e-mails, mensagens ou correspondências com fins comerciais ou informativos. Por exemplo, você pode usar um mailing para enviar newsletters, promoções ou convites para os seus clientes ou prospects.


Marketing digital: conjunto de estratégias e ferramentas de marketing que utilizam a internet e os meios digitais para promover e divulgar o seu negócio, produto ou serviço. Por exemplo, você pode usar o marketing digital para criar um site, uma loja online, uma rede social ou uma campanha online para o seu negócio.


Market Share: participação de mercado de uma empresa, produto ou serviço em relação aos seus concorrentes. Quanto maior for o Market Share, maior será a liderança e a vantagem competitiva da empresa. Por isso, é importante adotar estratégias de diferenciação e inovação.


Métricas de vaidade: são métricas que não refletem o verdadeiro desempenho ou o valor gerado pelo marketing ou pela equipe de vendas. Por exemplo: número de seguidores nas redes sociais, número de visitantes no site, número de downloads de um aplicativo etc. São métricas que podem ser ilusórias e não indicam se você está atingindo seus objetivos ou se está gerando retorno sobre o investimento (ROI).


Newsletter: tipo de e-mail marketing que tem como objetivo informar, educar ou entreter os seus assinantes sobre um determinado tema ou nicho. A newsletter é enviada periodicamente e pode conter conteúdos como artigos, vídeos, podcasts, infográficos, dicas, novidades etc. A newsletter é uma forma de manter o contato com os seus leads e clientes, gerar valor e aumentar o engajamento.


Inclusive, você pode ter acessado este artigo por meio de uma das newsletter que enviamos aos nossos clientes semanalmente. Se você ainda não está inscrito no blog, vá até o topo do site, no menu, clique no botão login/registre-se. É gratuito!


Networking: rede de contatos profissionais que podem gerar oportunidades de negócios, parcerias, indicações ou aprendizados. Por exemplo, você pode fazer networking por meio de eventos, feiras, congressos ou plataformas online relacionadas ao seu mercado ou setor.


Outbound marketing: estratégia de marketing que visa interromper e captar a atenção do público-alvo por meio de anúncios pagos, ligações telefônicas, e-mails não solicitados ou outras formas invasivas de comunicação. Por exemplo, você pode usar o outbound marketing para fazer telemarketing, mala direta ou outdoor para o seu negócio.


Persona: representação fictícia do cliente ideal do seu negócio, produto ou serviço, baseada em dados reais sobre seu perfil demográfico, comportamental e psicográfico. Por exemplo, você pode criar uma persona para definir as características, as necessidades, as dores e as expectativas do seu cliente ideal.


Pitch: apresentação breve e persuasiva sobre a sua ideia, produto, serviço ou negócio, com o objetivo de despertar o interesse do público-alvo. Por exemplo, você pode fazer um pitch para apresentar o seu negócio para um investidor.


Remarketing: uma estratégia de marketing digital que consiste em exibir anúncios personalizados para os usuários que já visitaram o seu site ou interagiram com a sua marca. O remarketing tem como objetivo relembrar e reconquistar esses usuários, incentivando-os a voltar ao seu site e a realizar uma conversão. Praticamente todas as estratégias que construímos para nossos clientes, trabalham com remarketing.

ROI: sigla para Return on Investment ou Retorno sobre o Investimento. É uma das métricas mais importantes e avalia o quanto a sua empresa ganhou ou perdeu em relação ao valor investido em uma determinada ação ou campanha. Quanto maior for o ROI, mais rentável será a sua ação ou campanha.

É através dessa e de outras métricas que mensuramos os resultados das estratégias criadas para os nossos clientes, deste modo podemos otimizar e entender o que funciona melhor para cada mercado e/ou público-alvo.

SEO: sigla para Search Engine Optimization ou Otimização para os Mecanismos de Busca. É um conjunto de técnicas e boas práticas que visam melhorar o posicionamento e a visibilidade do seu site nos resultados orgânicos (não pagos) dos mecanismos de busca, como Google, Bing, Yahoo etc.

Teste A/B: metodologia que consiste em comparar duas versões diferentes de um elemento (como uma página, um e-mail, um anúncio etc.) para verificar qual delas tem o melhor desempenho em relação a uma determinada métrica (como taxa de conversão, taxa de abertura, taxa de cliques etc.). O teste A/B permite identificar quais são as preferências e os comportamentos do seu público e otimizar as estratégias.

UX: abreviação de User Experience, que em português significa experiência do usuário. UX é uma área que estuda e busca melhorar a interação e a satisfação dos usuários com um produto ou serviço, seja ele digital ou físico. UX envolve aspectos como usabilidade, acessibilidade, design, conteúdo, emoção, valor etc.

A importância do UX é que ele pode gerar benefícios tanto para os usuários quanto para as empresas que oferecem os produtos ou serviços. Para os usuários, o UX pode proporcionar uma experiência agradável, intuitiva, eficiente e memorável. Para as empresas, o UX pode aumentar a conversão, a fidelização, a reputação e o retorno sobre o investimento (ROI).


Existem muitos outros jargões ou termos utilizados, mas esses que listamos são os principais e mais utilizados no marketing e em vendas. Se você estudar e compreender cada um deles, nunca mais ficará com cara de "?" numa reunião. 😉


Conclusão


Como você pode ver, existem muitos jargões que são usados no marketing e nas vendas, e que podem fazer a diferença no seu negócio. Conhecer e usar esses termos pode te ajudar a entender e se comunicar melhor com o seu mercado, seus clientes, seus fornecedores e sua equipe, além de otimizar as suas estratégias e os seus resultados.


Mas se você ainda tem dúvidas sobre como aplicar esses conceitos na prática, e quer aprender mais sobre marketing e vendas, nós temos uma ótima solução: registre-se aqui no blog, é gratuito ou contrate nossa assessoria de marketing e vendas especializada em alavancar negócios por meio de soluções personalizadas e eficazes.


Nós oferecemos serviços como:

• Criação de sites, lojas online, redes sociais e campanhas online para o seu negócio.

• Geração de leads, funil de vendas, CRM e estratégias de cross-selling para o seu produto ou serviço.

• Também realizamos Benchmarking, pesquisas e análise de KPI’s para aumentar o seu desempenho.

• Se preferir, podemos trabalhar o Inbound marketing e o outbound marketing, com o uso de gatilhos mentais e estratégias de SEO para alcançar seu público-alvo.

• E muito mais!



Quer saber mais sobre como podemos te ajudar? Entre em contato conosco clicando aqui e fale com um de nossos assessores de vendas.

Marketing digital (10).png

Anuncie no Google 

Colocamos sua empresa no alcance de milhões de pessoas todos os dias? 

RS - Marketing digital (3).png

Criação de sites para empresas que querem vender na internet 

Assessoria de Marketing (4).png

Venda 100% mais com nossa metodologia de marketing e vendas online 

Tags:

Siga-nos:

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • YouTube
Promoção de Site.gif

Sobre André Gamiel 

Ele é consultor de marketing, branding e vendas graduado e empreendedor a mais de 20 anos. Já desenvolveu diversos projetos de marketing, desde a criação de um simples site até a estruturação de processos de vendas mais complexos. Tem certificações Google e Meta e estudou com os principais nomes do marketing brasileiro como Conrado Adolfo - 8P's, Erick Santos - RD Station, Achiles Junior, Denner Lippert - V4 Company, Mestre em MKT Olímpio Araújo, Flávio Augusto - Wise UP, Rejane Toigo - Like Marketing, Guilherme Sebastiany - Brandster, entre outros.

André (5).png
Atendimento no WhatsApp
bottom of page